Coronavírus capaz de entrar no cérebro

Um novo estudo mostra que COVID-19 é capaz de romper a barreira do cérebro da mesma forma que o HIV-1. Pesquisadores da Universidade de Washington descobriram que a proteína spike do coronavírus tem a capacidade de romper a barreira hematoencefálica em camundongos e pode fazer o mesmo em humanos, causando névoa cerebral, fadiga mental e outros problemas cognitivos.

Uma vez que o sistema imunológico reconhece o vírus como uma grande ameaça em pacientes com COVID, ele entra em atividade, criando o que é conhecido como uma tempestade de citocinas e causando uma série de problemas neurológicos que também foram relatados por muitos pacientes com HIV.

“Sabemos que quando você tem a infecção COVID, você tem dificuldade para respirar e isso é porque há infecção no seu pulmão, mas uma explicação adicional é que o vírus entra nos centros respiratórios do cérebro e causa problemas lá também”, disse o professor de medicina e o principal autor do estudo, William A. Banks.

Os pesquisadores também observaram que as proteínas do pico viajam para os bulbos olfatórios e rins de pacientes do sexo masculino mais rápido do que do feminino, o que pode ser o motivo pelo qual os homens têm maior risco de desenvolver sintomas graves relacionados ao COVID.

FONTE: Conclusões do estudo em 23 de dezembro de 2020

Dr. Mercola

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *