Não existe algo como “uma dose de bebida alcoólica segura”

Quando se trata de bebida alcoólica, não existe uma quantidade segura.   Mesmo os bebedores “leves” – beber não mais do que duas taças de vinho por dia – aumentam o risco de vários tipos de câncer.

Um em cada sete novos cânceres – ou seja, 100.000 cânceres em todo o mundo – ocorre em bebedores leves a moderados, diz a Organização Mundial da Saúde (OMS).   Os cânceres de mama, cólon e oral são os mais comuns entre os que bebem.

Mas o álcool está causando o câncer?   Kevin Shield, da Agência Internacional de Pesquisa do Câncer da OMS, acredita que sim.   “O álcool causa câncer de várias maneiras.   O principal mecanismo é prejudicar o reparo do DNA.   Vias adicionais incluem o consumo crônico de álcool, resultando em cirrose hepática, e o álcool leva a uma desregulação dos hormônios sexuais, o que pode causar câncer de mama. ”

A pesquisa, baseada em modelos de computador que avaliaram os níveis de consumo de álcool e os riscos relativos de câncer em todo o mundo, põe fim ao mito do “consumo seguro”, diz ele, e os governos deveriam impor impostos mais altos sobre todas as bebidas alcoólicas.  

Mesmo beber uma taça de vinho padrão aumenta o risco de câncer de mama em 6 por cento, diz o co-autor Jurgen Rehm.  

Os recentes bloqueios para conter a disseminação da Covid aumentaram o risco de câncer, com as pessoas bebendo mais em casa.   

(Fonte: Lancet Oncology, 2021; doi: 10.106 / S1470-2045 (21) 00279-5)

wddty 072021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *