Correr longas distâncias tornam as artérias mais jovens

O corpo pode se renovar – e isso vale mesmo para as artérias que começaram a enrijecer à medida que envelhecemos. O exercício reduz a “idade” das artérias em quatro anos e reverte os primeiros sinais de doença cardiovascular.

Essa mudança de estilo de vida reduz o risco de derrame em 10% e é tão poderosa quanto uma droga para o coração, descobriram pesquisadores da University College London.

Eles monitoraram o impacto da corrida de longa distância em um grupo de 139 idosos, os mais velhos tinham 69 anos e estavam treinando para a primeira maratona.

A saúde do coração e dos vasos sanguíneos foi avaliada antes do início do treinamento e duas semanas após a maratona de Londres. Durante a preparação, eles estavam correndo em média 10 a 15 quilômetros por semana, durante seis meses em preparação.

Depois que eles completaram a maratona, a rigidez da aorta – a maior artéria do corpo – havia diminuído e a aorta era “quatro anos mais nova”, disseram os pesquisadores.

A boa notícia é que você não precisa ser um atleta de elite para ver esses benefícios à saúde; de fato, as maiores melhorias foram nos concorrentes mais lentos e mais antigos. E os benefícios começaram a aparecer apenas algumas semanas após o início do treinamento.


Referências

(Fonte: Anais do congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia, 3 de maio de 2019)

Wddty 052019 Bryan Hubbard

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *